Tag Archives: blogs

CoSchedule para blogs: a chave para mídias sociais

Se tem uma coisa que nunca tive muita paciência, foi cuidar direitinho das redes sociais do blog. Momento desabafo: já criei twitter e instagram dedicado – e abandonei os dois! Nunca tive muita vocação para digital influencer, mas também admito que o tempo que isso me tomava era um sério problema nessa equação. Nessa nova fase, resolvi assumir que o CW não tem mesmo essa pretensão de atingir os milhares de seguidores e isso me tirou um peso enorme das costas. E foi quando eu descobri o CoSchedule.

Resultado: fiz uma limpa e fiquei com apenas um perfil por rede social, seja com meu nome ou no nome do blog (acho que cada mídia merece um direcionamento diferente). E fui atrás de uma ferramenta que me ajudasse com isso. Caí sem querer numa que chamava CoSchedule, a primeira vista apenas para me ajudar com o calendário editorial. Foi aí que descobri o plugin para wordpress e não consegui me desgrudar.

CoSchedule blogs

Vamos começar pela parte ruim? É um serviço pago, são US$ 19 por mês ou quase 40 reais removidos da minha conta bancária. Em janeiro, fui cortar custos e achei que pudesse viver sem ele (depois de mexer no layout do blog). Mas não deu tempo nem de acabar os dias restantes na minha assinatura que eu entrei em desespero e voltei atrás (juro!). E eis o porquê.

Uma vez feita a assinatura, cadastrada as suas redes sociais e instalado o plugin no wordpress, você nunca mais vai precisar sair do seu painel para manter tudo atualizado. Ou seja, vantagem número um: ele te economiza muito tempo. Na mesma página em que você escreve um post, você encontra uma caixa com as opções do CoSchedule. Essa é a visão:

CoSchedule para blogs

Se não quiser ter trabalho, ele coloca automaticamente o título do post + o link encolhido no seu programa de preferência. Ou, é claro, você pode personalizar o que vai sair. Você vê ao vivo uma prévia de como vai ficar visualmente naquela rede social e escolhe quando quer que seja postado. No mesmo dia e na mesma hora que o post ou algumas horas depois.

Em tempo: recomendo usar junto com o Buffer, que analisa para você os melhores horários para postar e separa o seu conteúdo ao longo do dia. Ele conecta com o CoSchedule, então quando você criar um conteúdo, vai ter uma opção “enviar para o Buffer” e pronto, está feito! Nada de ter que decorar os melhores horários para cada mídia e digitar isso toda vez. A palavra da vez é economia de tempo.

É claro que eu uso uma parcela super pequena do que ele tem pra oferecer. Honestamente, tenho quase certeza que sou a única que não liga tanto para o calendário editorial em que você pode arrastar e soltar um post para movê-lo – que pelo visto é a ferramenta mais famosa. Sei que você também consegue conectar com o Evernote, Google Docs, Analytics… Ainda chegou lá.

Pra mim, o saldo foi superpositivo. Consegui postar frequentemente em redes antes esquecidas, como Google + e Linkedin – e ambas têm me trazido muito mais acessos do que o esperado. E mais do que isso, sabe aquela recomendação de promover posts mais antigos para gerar tráfego que é ótima na teoria mas na prática a gente nunca lembra? Então, também consegui fazer. Já pode assinar o CoSchedule para o resto da vida?

••• Onde encontrar: coschedule.com

–––

Gostou? Pra ficar sabendo (só uma vez por semana!) do que publicamos de mais legal aqui no Costanza Who, clique aqui e cadastre seu email na nossa newsletter.


Onde encontrar o seu (e o meu!) layout dos sonhos

É oficial, o blog está de cara nova! Acho que poucas coisas são tão instantaneamente gratificantes com isso. Renova as energias na hora, a minha motivação para criar conteúdo vai a mil! E, como eu, imagino que muita gente adore esse processo. Pelo menos até a hora de pôr a mão na massa e ir procurar alguma coisa que te agrade pela internet. Em geral, ao procurar um novo layout para o blog você tem três opções:

onde encontrar layour wordpress blog

A) Usar um dos temas grátis e básicos do wordpress. O lado ruim é que muita gente usa e seu blog não cria uma identidade visual muito forte. Mas tem o lado bom, que geralmente eles são visualmente agradáveis (nada poluído) e fáceis de usar. Opinião: se você só quer blogar como hobby e quer mesmo é começar a postar logo, vai fundo!

B) Inve$tir num layout sob medida. Em geral, esse tipo de coisa chega fácil na casa dos quatro dígitos, então não é uma decisão pra ser tomada de impulso. Opinião: se você tem esse dinheiro disponível, se joga! Mas não fique achando que não dá pra ter algo lindo sem isso. O que nos leva à…

A minha opção: partir de um layout pré-fabricado

A não ser que você tenha demandas muito específicas e diferentes do que o que já existe, a minha sugestão é optar por um tema customizado – que por aí custa entre 30 e 100 dólares – e ir personalizando sozinha ou com a ajuda de um programador. Eu sou meio teimosa e quase nada impaciente, então fiz todo o trabalho pesado durante um final de semana e deixei só alguns detalhes para o meu programador fazer na segunda.

Onde encontrar layouts simpáticos para o seu blog

O ponto positivo: tem milhares de opções na internet. Ponto negativo: tem milhares de opções na internet. São tantas que é capaz de enlouquecer até a mais tranquila das pessoas. Enrolei meses até achar um do jeitinho que eu queria, mas também quando vi esse aqui foi paixão à primeira vista. A melhor dica que eu tenho é: visite muitos, muitos blogs. Com certeza você vai encontrar um que te agrade, e aí é só ir no rodapé ver quem desenhou. O meu eu cheguei por meio do Thrifts and Threads! Mas vamos às indicações:

  1. Themeforest // é com certeza um dos maiores. Se quiser perder algumas horas fuçando, alguma coisa deve te agradar com certeza. Acho que lá tem também os menores valores.
  2. Studio Press // são cerca de 50 que seguem a linha minimalista, clean mas bem simpáticos. É a minha opção favorita. Mas o meu veio de outro lugar…
  3. Leap Blog Design // é uma designer que acabou de começar a fazer esses temas customizados pré-fabricados, antes só fazia por encomenda. Achei lindo e com umas funcionalidades bem legais.

Alguém conhece algum outro lugar com temas legais?

–––

Gostou? Pra ficar sabendo (só uma vez por semana!) do que publicamos de mais legal aqui no Costanza Who, clique aqui e cadastre seu email na nossa newsletter.


O #melhorgrupo do Fashionismo e o que isso tem a ver com a desmistificação da blogueira

Há mais ou menos um ano atrás, caí de paraquedas num grupo (#melhorgrupo) do facebook de um dos meus blogs favoritos – o Fashionismo. Sou fã da Thereza Chammas há muitos, muitos anos, mas não lembro bem como fui parar lá. Mas o que nasceu nas mãos de Thereza como um simples espaço para reunir as leitoras e trocar dicas de moda, hoje se tornou muito maior do que isso.

#melhorgrupo Fashionismo

O aniversário de um ano do #melhorgrupo foi comemorado (com estilo!) no rooftop do Hilton, com direito a jabá para as 150 leitoras

O #melhorgrupo, apelido carinhoso dado pelas participantes, reúne meninas e meninos que têm em comum apenas o interesse pelo Fashionismo. Mesmo. Tem gente de todas as idades, de vários lugares do Brasil (e do mundo) e de diferentes crenças religiosas. Mas lá acontece uma coisa mágica, raríssima de se ver principalmente na internet: todo mundo se respeita. Então dá pra ter discussão de feminismo, racismo, homofobia, aborto, drogas e qualquer outro tema polêmico. Aí você se pergunta: mas o que tudo isso tem a ver com moda – que é, afinal, o tema do blog que deu origem a isso tudo? Então, não tem. E essa é a graça da coisa: o grupo é para para pessoas reais. Que gostam de moda e consomem sim, mas são seres humanos e também fazem muito mais do que isso. Elas estudam, têm profissões e outros interesses, não vivem num mundo de fantasia direto de um episódio de Gossip Girl.

Acontece que, se Thereza tivesse decidido criar o #melhorgrupo e só aparecesse por lá meia dúzia de vezes, a gente certamente não estaria falando dele agora. Foi justamente a proximidade entre blogueira e leitores numa dose quase diária que gerou esse resultado. O contato acontece de forma super informal e natural – como se você tivesse falando com uma amiga, só que nesse caso é alguém que você admira. Deu tão, mas tão certo, que o aniversário de 1 ano foi comemorado no rooftop do hotel Hilton, no Rio de Janeiro, com 150 leitoras de todo o Brasil. Quer prova maior de sucesso?

#melhorgrupo Fashionismo

Até a escolha das 150 sortudas entre mais de 1.700 participantes foi democrática: ordem de chegada e comprometimento em não faltar no dia

#melhorgrupo Fashionismo

É claro que Kim Kardashian, uma espécie de mascote do grupo (e da própria Thereza) não podia deixar de marcar presença

O que eu defendo é o seguinte: já passou a época das blogueiras com lifestyle e contas bancárias inalcançáveis. Não tem mais (tanto) espaço pra falar só de grifes caríssimas e bolsas que custam o valor de um carro. É lindo de ver, só que hoje faz sucesso quem mantém o pé no chão e sabe que 99% de suas leitoras vão comprar mesmo é na fast-fashion mais próxima. E quem sabe que um contato próximo e humano é sempre muito mais legal do que ser inatingível à la Anna Wintour. Queremos mesmo é mais Therezas por aí!

–––

Gostou? Pra ficar sabendo (só uma vez por semana!) do que publicamos de mais legal aqui no Costanza Who, clique aqui e cadastre seu email na nossa newsletter.