Tag Archives: biblioteca de moda

Resenha: Queria Ter Ficado Mais

Embora eu leia muito (e mais rápido do que deveria), fazer resenhas não é exatamente um dos meus dons. No entanto, quando recebi o release do livro Queria Ter Ficado Mais, da editora Lote 42, fiquei mega interessada pelo formato diferente e já sabia que queria falar sobre ele aqui no CW – mesmo que ele não tenha nada a ver com moda.

O livro é, na verdade, uma coletânea de 12 textos – cada um sobre uma cidade diferente do mundo – escrito por 12 autoras (sim, todas mulheres) diferentes. Istambul, Barcelona, Tóquio, Israel… Pode parecer apenas mais um livro de turismo, mas é muito mais do que isso. Não espere encontrar indicações de restaurantes e hotéis incríveis nem guias de compras. Cada uma das escritoras traz um relato 100% realista sobre suas experiências pessoais naquela cidade, do tipo que você está mais acostumado a ver em blogs. O que é ótimo, diga-se de passagem.

Queria-ter-ficado-mais_Costanza-Who

Queria Ter Ficado Mais reúne 12 histórias escritas por mulheres em diferentes cidades do mundo – da vizinha Buenos Aires à longínqua Tóquio

E, se ainda não ficou óbvio, o livro Queria Ter Ficado Mais tem um outro atrativo que por si só já dá vontade de ter um pra chamar de seu: é que as histórias vêm dentro de envelopes, como se fossem cartas. Além disso, cada relato vem acompanhado de uma ilustração lindíssima (da incrível Eva Uviedo) que já te conta um pouquinho do que você vai encontrar lá dentro.

Apresentações feitas, chegou a hora de trazer as minhas considerações depois de ler cuidadosamente as doze histórias. Não sei se é mal de jornalista, mas acho que estou acostumada a ler textos maiores e mais densos. E não digo nem em relação ao tema – se tem uma coisa que eu gosto é de romance água com açúcar! Tô falando de tamanho mesmo, quando eu tinha engatado na leitura e estava em sincronia com o ritmo de uma determinada autora, a carta já tinha acabado.

Em defesa do livro (olha lá eu fazendo a advogada do diabo), acho que era justamente a proposta trazer histórias breves, de no máximo 9 páginas. Sendo bem realista, em tempos de 140 caracteres, não dá pra dizer que 9 páginas não são nada, né?

Queria-ter-ficado-mais_Costanza-Who_2

Com textos autorais, sensíveis e envolventes, são viagens que vêm dentro de envelopes, como cartas enviadas de diversos pontos do globo

Fora isso, cada história faz você se sentir imediatamente transportada para o lugar descrito. Dá pra notar em cada palavra o cuidado na edição com a coesão e o timing, sabe? Não tem informação demais e nem de menos. Cada uma delas tem o seu sabor próprio, mas admito que teve uma cartinha que conquistou o meu coração. Se foi a cidade ou o texto eu já não sei, mas não consegui tirar as palavras da Livia Aguiar sobre Istambul da cabeça:

“Acordei tarde, saí direto para almoçar. O pôr do sol visto da Torre de Gálata é uma entidade viva. Lá de cima, admirei os três braços de água da cidade iluminados pela hora mais laranja: Mar de Mármara, Bósforo (estreito que separa Europa e Ásia) e Chifre de Ouro (estuário que rasga o lado europeu). Tríplice fronteira aquática que, nesta época do ano, veste-se de turquesa com diamantes solares para agradar o entardecer. Subi a torre por acaso quando vi uma fila que ocupava suas escadas de pedra. Lá de cima, a gente se sente realmente no umbigo do mundo – Omphalion, como já disseram os gregos”.

Barbara Heckler, Bruna Tiussu, Cecília Araújo, Cecilia Arbolave, Clara Averbuck, Clara Vanali, Florencia Escudero, Isis Gabriel, Ligia Braslauskas, Lívia Aguiar, Luciana Breda e Olívia Fraga. Esse é o time completo de mulheres que assumiram o desafio de escrever sobre lugares do mundo que conheceram e hoje desejam que tivessem passado mais tempo. A impressão que fica é que, ao colocar em palavras o que viveram durante essas viagens, elas conseguiram matar um pouco da saudade e reviver o que encontraram de tão especial. E deixar um pedacinho disso com a gente.

O livro você pode adquirir no próprio site da editora, por R$ 49,90.

Queria-ter-ficado-mais_Costanza-Who_3

O relato de Paris, pela autora Isis Gabriel

Biblioteca de Moda: Guia Prático dos Tecidos

Para quem não cursou uma faculdade de moda (como eu), provavelmente o mundo dos tecidos é uma verdadeira incógnita. Tecido plano, malha, fibra sintética, fibra natural, cetim disso, crepe daquilo… Nunca foi meu forte reconhecer e diferenciar os tecidos pessoalmente ou, muito menos, por fotos! E sabendo dessa minha deficiência, procurei durante muito tempo livros que me fornecessem o conhecimento necessário pra suprir necessidades básicas, mas a grande maioria era técnica demais ou se demorava em retomadas históricas. Resultado: nunca tinha encontrado um que me deixasse plenamente satisfeita. Pelo menos até encontrar o “Guia Prático dos Tecidos”, da Maria Helena Daniel.

O mais legal é que o livro traz informações objetivas e práticas sobre os mais diversos tipos de tecidos. Em outras palavras: você encontra tudo o que procura em trechos bem curtinhos e de fácil assimilação. Um exemplo? Para definir o Algodão Pima, a autora precisa de um único parágrafo: “Algodão de fibra londa encontrado apenas no Peru, tão nobre quanto o egípcio. Esta fibra é utilizada em camisetas ou camisaria. Quando seus fios são tintos, tornam-se muito mais sofisticados. É o luxo dos algodões.”

Biblioteca de Moda: Guia Prático dos Tecidos Pra quem se interessou, o livro está à venda na Livraria Cultura por R$99,00.