Para ler: mercado de luxo, brechós em SP e o novo Style.com

Faz tempo que estou com vontade de resgatar uma das tags que eu mais gosto de ler em outros blogs, mas que fiz pouquíssimas vezes por aqui. Shame on me! Nada mais é do que recomendações de leituras interessantes que fiz aí pela internet nos últimos tempos, seja em vizinhos da blogosfera (vamos voltar a usar esse termo, por favor!) ou sites de notícias. Hoje, trouxe só três – até porque quem tem tanto tempo assim pra ler mil coisas, né? Mas nesses, eu garanto que vale a leitura.

Mercado de luxo e sustentabilidade

Por que nunca pensamos no mercado de luxo e só no modelo fast-fashion ao falar de sustentabilidade?

* Mode.Fica: O mercado de luxo prova que o fast-fashion não é o único vilão da moda

Marina Colerato, como sempre, arrasando muito nas suas análises e botando a nossa cabeça pra funcionar: “Pense em trabalho análogo à escravidão na moda, rios poluídos com corantes têxteis, pilhas de roupas se acumulando em aterros sanitários e pessoas comprando cada vez mais produtos de moda. Provavelmente, quando falamos sobre isso o que vem à mente são grandes redes de fast-fashion, produzindo e vendendo roupas a baixo custo, que são descartadas com facilidade. Mas onde fica o mercado de luxo nessa história? Por que nós parecemos sempre esquecer de colocar essa fatia bilionária crescente nesse cenário?”

* Hoje vou assim OFF: Roteiro de brechós de SP

Pulando da esfera reflexiva direto para um post de serviço… A carioca Ana Soares desbravou alguns brechós aqui de São Paulo, num roteiro digno de paulistano mesmo. Ela já é adepta de comprar em brechós e eu, que nunca tive muita paciência e ninguém que me mostrasse onde ir, fiquei morrendo de vontade de testar as sugestões.

* Business of Fashion: Is the New Style.com Working?

Sempre dou preferência para matérias em português, mas o BoF tem tanto conteúdo bom – e que é justamente a cara do que a gente compartilha aqui no blog – que fica difícil fugir de lá. Mas acho que esse aqui vale a leitura para quem consegue arriscar no inglês porque problematiza a nova empreitada da Condé Nast para o antigo site de desfiles Style.com, que agora virou um e-commerce. Será que está funcionando mesmo?

Em tempo: quem tiver outras sugestões de leitura vale deixar nos comentários! Que tal transformar isso aqui num grande aglomerado de (bons) links?

 

Gostou?

Pra ficar sabendo (só uma vez por semana!) do que publicamos de mais legal aqui no Costanza Who,
clique aqui e cadastre seu email na nossa newsletter


Um comentário em Para ler: mercado de luxo, brechós em SP e o novo Style.com

  1. Giovanna comentou:

    Vamos amar a blogsfera sim senhor!
    Dos 3 artigos que sugeriu, so o ultimo nao tinha lido.

    Sobre os brechos: tem que garimpar, nao existe garantia de que voce vai encontrar um tesouro, mas te garanto que: comprar um dolce e gabanna vintage (real) por 15 reais (por que a Dona nao tem noçao daquilo) é uma das coisas mais legais do mundo. Mesmo pra quem nem liga muito pra marca.

    A modelagem é dos sonhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *