FAQ: sobre o jornalismo de moda

Para a minha surpresa, o jornalismo de moda é sempre um tema muito pesquisado aqui no blog. Acho que isso acontece principalmente porque na internet tem pouquíssima informação sobre a profissão, e é fato que a indústria da moda tem gerado cada vez mais interesse.

Justamente por isso, é também um dos assuntos que eu mais recebo dúvidas por e-mail. E assim eu resolvi vim falar mais um pouquinho disso por aqui na minha coluna em primeira pessoa – que eu carinhosamente apelidei de FAQ! Admito que ainda acho engraçado ver tanta gente vindo ME pedir conselhos, quando eu ainda me lembro (muito bem por sinal) de estar no outro lado dessa equação. Mas vamos lá!

jornalismo-de-moda

A famosa Andy Sachs, no inesquecível O Diabo Veste Prada. Há quem não ame o filme?!

Como é o mercado de jornalismo de moda? Ganha bem ou mal? Tá muito difícil conseguir emprego?

Se tivesse que fazer uma estatística, essas seriam as perguntas que eu mais ouço, sem sombra de dúvida! Minha visão: o mercado de jornalismo de moda é tão competitivo como qualquer outro hoje em dia, nem mais nem menos. O que não tem espaço mesmo é pra gente despreparada, desmotivada, preguiçosa e irresponsável – e isso em qualquer área. Agora, pra quem não tem medo de botar a mão na massa, eu ouso dizer que tem vaga sim.

Recentemente, vi a minha editora da L’Officiel demorar várias semanas até encontrar uma estagiária que ela gostasse de verdade para trabalhar com ela no Estadão. O que mais aparecia é gente que não entendia nada do assunto, mas também não parecia se mexer para mudar isso, sabe? Ninguém é obrigado a saber tudo sobre moda, especialmente no começo da carreira, mas um pouco de direcionamento é essencial. É formado numa área totalmente distinta? Vai fazer um curso sobre o assunto, se ofereça para cuidar das redes sociais da marca super nova daquela sua amiga que ainda não pode pagar alguém para fazer isso, crie um blog… O céu é o limite!

Quanto a salários, a situação é o seguinte: para trabalhar com qualquer tipo de jornalismo, não pode ser muito apegado a dinheiro, não! Brincadeiras a parte, não é uma área conhecida por ter salários muito altos, e da moda isso também é verdade. Se prepare para fazer estágios que mal cobrem seus custos, ser efetivado e ver sua situação financeira aumentar só um pouquinho… Não é pra todo mundo, fato.

Para trabalhar com jornalismo de moda precisa ter blog?

Não, gente! Ninguém precisa fazer nada que não quer, óbvio. Mas olha, se o seu blog for bem feito, ele pode se tornar um ótimo portfólio do seu trabalho. Minha primeira oportunidade de trabalho de verdade (fora estágio) aconteceu justamente com um contato que eu fiz por causa do blog! Ou seja, no fundo, foi ele quem me abriu essa porta, e pode fazer o mesmo por você.

Qual faculdade eu devo fazer?

Eu já falei um pouquinho antes sobre aquela velha dúvida entre cursar moda ou jornalismo. Mas muita gente me pergunta também quais são as melhores faculdades. Para começar, isso é muito pessoal, porque depende de onde você mora e para onde tem condições de se deslocar ou não. Uma coisa é fato: São Paulo e Rio de Janeiro concentram as maiores oportunidades de trabalho na área, e não é má ideia já cursar sua graduação por lá. Mas isso não é regra! Outros estados do país também têm ótimos cursos. Aproveitando, um momentinho de autopropaganda: para tentar ajudar nessa questão específica, estou montando um e-book que deve sair no comecinho do segundo semestre falando justamente dos principais cursos de moda do país.

Comunicação de moda: os diversos campos de atuação

Um último tópico importante para ser abordado é que o jornalismo de moda está dentro de algo muito mais amplo, que eu estou chamando aqui de “Comunicação de moda”. Ou seja: ok, você descobriu que quer trabalhar com moda e gosta de ler, escrever e se comunicar. Mas já pensou que não necessariamente uma redação tradicional vá te fazer feliz? Com formação em jornalismo ou moda dá pra trabalhar com assessoria de imprensa, marketing, produção de conteúdo para marcas, para redes sociais…

Em tempo: lá no comecinho do blog, ainda em 2013, eu entrevistei a Marina Domingues, na época repórter da revista Elle. Os fatos mais atuais já estão super desatualizados (por onde será que ela anda?!), mas vale pra conhecer mais sobre a trajetória e como era o dia-a-dia dela por lá.

 

4 comentários em FAQ: sobre o jornalismo de moda

  1. sandra henriques comentou:

    adorei o blog prabens, vou te segiu ,pois adoro tudo que se refere a moda ,maquiagem etc

  2. Heeey, eu queria saber se para fazer jornalismo de moda, você precisa saber costurar. Porque se precisar, eu não vou me sair muito bem. E isso me gera outra duvida, pois, eu li uma vez que se você tem facilidade em jornalismo faça moda, se você tem facilidade em moda faça jornalismo, mas minha dificuldade com a costura e os desenhos é muito grande. Criatividade eu tenho de sobra, mas eu tenho dificuldade…o que você acha?

  3. Dessa Santos comentou:

    Olá,gostei muitoo do post,mais eu tenho dúvidas sobre faculdade ainda,qual eu devo fazer para ser uma editora de moda ou de beleza de uma revista??

  4. Leidy suzani comentou:

    Adorei o conteúdo do seu blog! Parabéns pela determinação e por trazer um conteúdo tão pouco visto nos sites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *