SICC: a feira de Gramado que quer dar uma nova cara à moda

Quando você pensa nos principais eventos da indústria da moda que acontecem no país, certamente o SPFW é o primeiro que vem à cabeça. Claro, a semana de moda é a quinta maior do mundo e ganha muita atenção da mídia. Mas o que muita gente não sabe é que existem feiras de negócios que fogem do eixo Rio-SP mas são tão relevantes quanto uma fashion week. É o caso do Salão Internacional do Couro e do Calçado – ou só SICC –, que neste ano comemorou sua 25ª edição entre os dias 23 e 25 de maio.

SICC: a feira de calçados de Gramado que quer dar uma nova cara à moda

Foram 350 expositores, que juntos representam cerca de 1,4 mil marcas. Ela acontece em Gramado, no Rio Grande do Sul, já que a região é uma das maiores produtoras de calçados. Convidada pela Merkator, que é produtora da feira, passei dois dias entre sapatos e bolsas para entender um pouquinho melhor desse outro lado da indústria. Às novidades!

SICC e a Indústria dos Calçados

Além de ter passado muito frio e de ter me apaixonado por um número inimaginável de calçados, eu tive a honra de poder entender melhor como funciona essa área da moda. No SICC, as marcas apresentam suas coleções e já fazem a venda dos produtos ali mesmo. Quem compra são os lojistas, que vão com a intenção de abastecer seus estoques para a próxima temporada. Sabe aquela loja multimarcas do seu bairro? É bem possível que ela tenha ido a Gramado encomendar os produtos que vão rechear as vitrines nos próximos meses – e que devem chegar as lojas à partir da segunda semana de agosto.

Dividindo espaço com as mesas de negociação, os calçados e bolsas expostas não foram fabricados apenas no Sul do Brasil, como a gente costuma associar. Várias marcas têm suas fábricas no Nordeste, como a Petite Jolie que tem sua confecção com base no Ceará, e em países como Argentina, Bélgica e Vietnã.

SICC: a feira de calçados de Gramado que quer dar uma nova cara à moda

Crise financeira

O momento político e econômico do Brasil não é dos melhores, o que faz com que as pessoas comprem menos. E como um espaço de vendas fica nessa situação? No entanto, o que a maior parte dos expositores contou é que não se sentiram diretamente atacados pela crise. A explicação é simples: os lojistas não deixaram de comprar, e sim tornaram esse ato mais consciente. “O mercado interno reage de forma conservadora, comprando com segurança. Eles não estão apostando em coisas diferentes, novidades que chamariam o publico, estão atrás do tradicional, o que têm garantia de que vai vender”, explicou a equipe da Nicola Mezi.

Pois o dólar em alta também acaba abrindo as portas para o crescimento da exportação. Nos três primeiros meses deste ano, as fábricas do Rio Grande do Sul enviaram para o exterior 6,46 milhões de pares, volume que corresponde a 44% do que foi exportado no mesmo período do ano passado. “Teve gente da Polônia, Israel, Emirados Árabes, Bolívia, Uruguai, Argentina. E eles têm uma reação maior do que o mercado interno no momento”, completou o representante da marca Nicola Mezi.

SICC: a feira de calçados de Gramado que quer dar uma nova cara à moda

Muito além das vendas

Por ser uma feira de negócios, é claro que a venda é sempre prioridade. Mas esse tipo de evento tem outras importâncias. Segundo a gerente de marketing da Keds Camila Reinheimer, o SICC “foi importantíssimo para ativarmos alguns contatos e expandirmos o reconhecimento da marca, especialmente no ano do centenário”. Muitos expositores aproveitam o espaço para divulgar seu produto, conhecer o trabalho de outras empresas e entender a expectativa dos lojistas. Afinal, são 3 dias que todo o segmento acaba se reunindo.

a edição de 2017 já tem data reservada: de 22 a 24 de maio. É que, assim, eles conseguem garantir os principais expositores e compradores organizem a agenda em torno do evento. Haja planejamento!

∴ A repórter do blog viajou a Gramado a convite da assessoria do SICC. O texto reflete sua opinião pessoal e nenhuma compensação financeira foi recebida. O post não envolve nenhum tipo de ação comercial

 

Gostou?

Pra ficar sabendo (só uma vez por semana!) do que publicamos de mais legal aqui no Costanza Who,
clique aqui e cadastre seu email na nossa newsletter


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *