Estudo de caso: o release da Luiza Dias 111

No último post falamos sobre como fazer um press release em 8 dicas nem-tão-sucintas, certo? Certo. Mas mesmo se você conseguiu compreender tu-do, tenho certeza que quando chegar a hora de redigir o seu não vai ser assim tão fácil. Então resolvi trazer um exemplo real, gentilmente liberado pelas meninas da Agência Grão (alô, Fê!), que me surpreendeu positivamente nessa última semana. É o release institucional da Luiza Dias 111.

luiza-dias-press-release

Campanha da última coleção da Luiza Dias 111, fotografada por Marcio Simnch. Linda, né?

Parênteses: release institucional é também conhecido como um texto básico de apresentação da marca. Ou seja, é para ser atemporal. Já era ótimo o fato de que elas tinham esse material (o que nem sempre acontece), mas achei super didático para explicar o que eu disse antes. Abaixo, segue o texto na íntegra e com meus comentários.

Estudo de caso: o press release da Luiza Dias pela Agência Grão

Com coleções em edição limitada, marca de acessórios da designer Luiza Dias traz à tona nova sofisticação em peças que unem o metal a materiais rústicos e naturais (*Essa é a linha fina, que eu acho sempre simpático ter. Lembrando que o papel dela é resumir em poucas palavras o que você vai ler – no caso, quem é o seu cliente e o diferencial dele.)

A harmonia de matérias-primas é o ponto de partida da criação dos acessórios que levam a assinatura Luiza Dias 111. Criada pela jovem designer Luiza Dias em 2012 (*Amamos datas e números!), a marca explora a beleza das pedras e do metal em composição com outros materiais especiais como madrepérola, madeira, couro e corda (*Não bastaria falar materiais especiais. Quais são eles?), em peças executadas manualmente e produzidas em edição limitada (*Mais detalhes importantes e que não são genéricos), mas sempre a alcance de um clique pelo e-commerce (o principal ponto de venda da label).

A força das pedras e a beleza rústicas dos elementos naturais dão a tônica à sofisticada concepção de colares, gargantilhas, braceletes e anéis. O resultado é um conjunto de acessórios originais que exalam singularidade. Não é por acaso, que a terminologia 111 que dá nome à etiqueta remete a Vênus na numerologia, o planeta que rege a arte, harmonia, estética e beleza. Luiza também empresta referências de grandes nomes da arte moderna como Marcel Duchamp e Alexander Calder, dois de seus artistas prediletos, e do vanguardismo do design escandinavo. (*Adoro esse trecho, ela de novo dá nome aos bois em vez de algo como “é inspirada por artistas modernos e vanguardistas”). Com essa mistura, desponta com um dos nomes mais promissores entre as novas labels nacionais.

Com olhar autoral e mais de dez coleções criadas (*Números!), a Luiza Dias 111 vive um momento expansão e amadurecimento: surge cada vez mais inovadora, sintonizada com um público exigente que busca criações únicas e originais somadas à custo-benefício. Mais do que uma clientela cativa, a marca construiu um séquito de fãs que fazem questão de acompanhar de perto as novidades do e-commerce e Instagram (@luizadias111_). (*Uma informação fofa em meio de outras mais diretas. Mas não é repetitivo nem arrogante).

Os lançamentos da marca são trimestrais. Se misturam a peças cativas do mix como o Colar Mobile e a Gargantilha Arco, dois clássicos da etiqueta de Luiza. A marca também está à venda em lojas selecionadas como A Chapéu, Cartel 011, Egrey e Joulik. (*Essencial falar onde a marca está disponível).

Natural de Piracicaba, interior de São Paulo, Luiza é formada em Moda pela Faculdade Santa Marcelina, e especializou seu repertório quando viveu em Nova York e passou pelas salas de duas das mais reputadas escolas de moda e arte do mundo FIT e Parsons. A veia criativa corre na família. O pai tem o trabalho com madeira como hobby, o irmão Gustavo Dias desponta com um dos grandes talentos da nova geração de design de mobiliário com a Woo Design. (*Perfeito! Ao final, ela falou um pouquinho sobre a própria designer. Acho que um release institucional tem que focar na marca e não na pessoa, mesmo quando é o mesmo nome. A marca tem que transcender o seu criador, se não parece que ela é só aquilo).

O próximo passo de Luiza é se aventurar em uma coleção de acessórios para casa. (*Nós, jornalistas, sempre queremos saber do que vem pela frente!). Com lançamento marcado para a segunda quinzena de setembro, a linha Home propõe pêndulos, móbiles e “colares de parede” pensados para incrementar e adornar o espaço com a mesma beleza e bossa que Luiza imprime nas coleções de acessórios. Promete acertar em cheio.

LUIZA DIAS 111

@luizadias111_

www.luizadias111.com.br (*No final, acho simpático ter as infos resumidinhas. Site, instagram, telefone/endereço…)

Para encerrar, vamos fazer um checklist?

* Uma página: ✓

* Sem erros enormes de gramática: ✓

* Texto simples, sem muita pompa: ✓

* Mas também interessante de der: ✓

* Traz todas as informações que eu vou precisar pra fazer meu texto: ✓

Não é nada de outro mundo, né? Acho que com a prática, tudo isso acaba se tornando natural, até porque acho que a maior parte dessas dicas é super instintiva. O que acharam desse release? Amaram tanto quanto eu?

–––

Gostou? Pra ficar sabendo (só uma vez por semana!) do que publicamos de mais legal aqui no Costanza Who, clique aqui e cadastre seu email na nossa newsletter.

3 comentários em Estudo de caso: o release da Luiza Dias 111

  1. Camila Faria comentou:

    Nossa Marina, dá até gosto de ler um press release tão redondinho. Não é a coisa mais difícil do mundo, né? Mas é cada press-release-pesadelo que a gente recebe todos os dias… Claro que eu fiquei curiosa e fui lá conhecer o trabalho da marca. Fiquei encantada, tudo muito bonito e de bom gosto.

    • Marina Espindola comentou:

      Tô pra fazer um post com ela, fiquei tão apaixonada pelo trabalho da Luiza depois de uma matéria que fiz pra L’Off que eu já comprei 4 coisas! Depois que sair faço um pro blog, rs

  2. Cristina comentou:

    Oie,

    que post interessante!

    Eu sei o quanto complicado manter um blog!

    Tenho escrito sobre o Projeto Mame Sarada no AmigaseMulheres.com.br

    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *