Um passeio pelo interior do SPFW TRANS N42

Começou hoje o SPFW TRANS N42, edição que acontece em caráter transitório e a última antes da mudança de data para março e agosto. Mas tudo isso a gente já explicou no post passado – vamos ao que interessa? Sempre rola uma curiosidade de saber como é por dentro do evento, então fiz algumas fotos pra mostrar um pouquinho do que Paulo Borges preparou pra essa edição.

Cenografia um passei pelo interior do SPFW TRANS N42

Os neons da entrada do SPFW, parte da cenografia desenhada pelo Kleber Matheus

Quem assina a cenografia é o artista Kleber Matheus, que trabalha há mais de 15 anos com o neon e largou mão justamente desse elemento pra compor as instalações. As paredes são em madeira clara – um flashback da edição comemorativa de 20 anos, já que o próprio material está sendo reutilizado.

Cenografia um passei pelo interior do SPFW TRANS N42

No espaço central, muito menor do que na Bienal, fica aquela concentração de bares e lounges como GNT e Magnum

Cenografia um passei pelo interior do SPFW TRANS N42

Já na área externa, em meio ao verde do Ibirapuera, os foodtrucks

As minhas considerações prematuras: o maior ponto positivo é que, pelo espaço ser reduzido, você acaba não se cansando de tanto fazer o trajeto sala de imprensa > sala de desfile > sala de imprensa. O que nos leva ao próximo tema!

Cenografia um passei pelo interior do SPFW TRANS N42

Sala da imprensa é isso: não tem glamour. É escada de fotógrafo de PIT e todo mundo correndo mesmo

Cenografia um passei pelo interior do SPFW TRANS N42

É também lá dentro que fica esse stand aqui, onde as assessorias distribuem os convites de cada marca

Claro que poder estar aqui em pessoa é uma delícia – e um privilégio. Mas até que deu pra ter uma boa noção, né? O que mais vocês têm curiosidade de ver por aqui do SPFW?

Acompanhe

Essa matéria faz parte da cobertura do SPFW TRANS N42

 

Gostou?

Pra ficar sabendo (só uma vez por semana!) do que publicamos de mais legal aqui no Costanza Who,
clique aqui e cadastre seu email na nossa newsletter


Um comentário em Um passeio pelo interior do SPFW TRANS N42

  1. priscilla barreto comentou:

    Oi Ma,
    Dessa vez eu não fui a SPFW. Queria ter visto essas mudanças de perto. Com certeza a cada edição a nova fórmula vai se ajustando e ficando cada vez melhor.

    Bjs
    Pri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *